Rocketman: a vida de Elton John dá um filme

Altas doses de talento, rock’n’roll, excentricidade e excessos? O resultado é só um: Rocketman. Venha vê-lo ao nosso cinema!

O realizador Dexter Fletcher mergulhou na vida de Freddie Mercury e dos Queen, em 2017, e parece que a vontade de retratar grandes lendas musicais veio para ficar. Depois de vencer quatro Óscares e dois Globos de Ouro com “Bohemian Rhapsody”, Dexter Fletcher lança “Rocketman” o filme que retrata a vida do inigualável Elton John.

Comecemos pelo nome do filme. Muitos alcunharam Elton John de Rocketman, depois do seu enorme hit de 1972, com o mesmo nome. Inspirada no conto “The Rocket Man” em The Illustrated Man, de Ray Bradbury, a música descreve o mix de sentimentos de um astronauta em deixar a sua família em prol do seu trabalho: ir para Marte.

Elton John não apanhou nenhum foguete ou mudou de planeta, mas teve de lidar com um pai autoritário e ausente e com uma mãe que, devido a uma má relação, chegou a contratar um substituto para Elton John para a sua festa do 90.º aniversário, por na altura estar de relações cortadas com o filho.

Toda esta mistura de sentimentos fez com Elton John investisse no seu talento e, mais tarde, se tornasse na lenda que agora é retratada através deste filme que acaba de chegar ao nosso cinema.


A competir pelo papel principal estiveram nomes como Justin Timberlake e Tom Hardy, mas foi Taron Egerton o eleito para dar vida e voz ao cantor britânico.

Sim, leu bem. Taron Egerton irá interpretar todas as músicas do artista. E se ficou com algum receio, descanse. Parece que Elton John aprova a decisão. Segundo o produtor musical Giles Martin, o cantor britânico confessou-lhe que nunca tinha ouvido ninguém cantar melhor as suas canções como Taron.  Tal como pode ver neste vídeo que se segue.


Elton John pediu ainda ao próprio ator, antes das filmagens, que não o copiasse demasiado, que criasse a sua própria versão dele, isso sim era a melhor forma de o homenagear.

E parece que assim foi. A história remete-nos para a vida do cantor entre os seus 17 e os 40 e poucos anos, onde é retratado o seu estilo fervoroso – o guarda-roupa é, tal como não podia deixar de ser, extravagante -, o seu consumo de drogas e a homossexualidade.

Depois de ter sido acusado de “evitar” a homossexualidade de Freddie Mercury no filme “Bohemian Rhapsody”, Dexter parece não ter feito o mesmo nesta película biográfica.

Segundo tem sido avançado pela imprensa, “Rocketman” irá conter aquela que é a primeira cena de sexo entre dois homens num filme de Hollywood destinado a uma grande audiência. Protagonizada por Taron Egerton e Richard Madden,  esta cena retrata a relação que o cantor tinha com o seu manager, John Reid.

Atualmente, o artista pop é casado com David Furnish que se senta na cadeira de produtores de “Rocketman”. Já no elenco, além de Egerton, vemos também Jamie Bell, Richard Madden e Bryce Dallas Howard.

 

 

Categorias
Cinema
Partilhar

Tudo o que precisa num único espaço